in

Kang Ji Hwan segue discutindo evidências na 3ª audiência em caso de violência sexual

Em 4 de novembro, o Tribunal Distrital de Suwon realizou a terceira audiência do caso de violência sexual contra Kang Ji Hwan.

Em 9 de julho, o ator Kang Ji Hwan foi preso em sua casa em Gwangju, sob suspeita de violência sexual a duas funcionárias enquanto elas dormiam. Um mandado foi apresentado para sua prisão em 12 de julho e o ator admitiu a maioria das acusações em um comunicado em 15 de julho.

Depois que as pessoas começaram a especular sobre o incidente, as vítimas se apresentaram anonimamente para esclarecer mal-entendidos em uma entrevista. Em 25 de julho, a promotoria acusou Kang Ji Hwan formalmente por acusações de violência sexual.

Na terceira audiência, que aconteceu em 4 de novembro, os advogados de Kang Ji Hwan argumentaram que, se Kang Ji Hwan tocou as partes íntimas da vítima enquanto ela estava menstruada, seu DNA teria sido encontrado em Kang Ji Hwan, no corpo da outra vítima, ou no colchão.

Os advogados também usaram mensagens no KakaoTalk que a vítima havia enviado a um conhecido para contestar o fato de que ela estava dormindo quando foi violentada sexualmente.

Durante a investigação policial, o DNA de Kang Ji Hwan foi encontrado nos corpos das vítimas. Em cada rodada de interrogatórios da polícia, Kang Ji Hwan disse que não se lembrava da maior parte do que aconteceu.

As vítimas afirmam que Kang Ji Hwan não estava completamente bêbado durante o incidente. As vítimas também alegam que os advogados de Kang Ji Hwan tentaram induzi-las a aceitar um acordo em vez de ir à polícia.

Quer saber mais sobre o mundo do kpop e cultura coreana? Siga nossas redes sociais e fique por dentro das últimas notícias: InstagramFacebookTwitter e Spotify.
Avatar

Written by Priscylla Piucco

Comments

Comente

Loading…

0

Jackson, do GOT7, estréia na parada da Billboard 200 com “Mirrors”

GOT7 faz comeback com “Call my name”