in

Monsta X no Brasil 2018 – Entrevista

Ano passado a nossa equipe teve o prazer de entrevistar o Monsta X durante a sua tour na América do Sul. A entrevista foi publicada em outro site, e agora a trazemos aqui para vocês relembrarem com a gente quais eram as expectativas do grupo antes de pisarem pela primeira vez em nosso país!

Say K!: Qual integrante o líder acha que melhorou mais desde o debut?
SHOWNU: Para ser honesto, todos os integrantes melhoraram. Desde o debut, cada um de nós desenvolveu bastante suas habilidades musicais. No entanto, o integrante que mais evoluiu seria o I.M. Ele fez seu debut muito jovem, e amadureceu ao longo dos anos. Nós vimos uma transição de um menino se transformando em um homem. À medida que ele cresceu, também vimos sua melhora na música.

SK!: Quando vocês estão tendo um mau momento, o que vocês costumam fazer?
MX: Normalmente voltamos para nossa própria casa e passamos tempo com a família. Nós ganhamos força ao passar tempo com a família. Fora isso, nós apreciamos nossos hobbies. Cada membro tem hobbies diferentes. KIHYUN gosta de tirar fotos, então ele pega e trabalha com fotografia quando tem seu tempo livre. Recentemente o KIHYUN realizou uma exposição especial na Coreia com as fotos que tirou. O MINHYUK também organizou uma exposição com o KIHYUN com seus desenhos e fotos. JOOHEON e I.M geralmente escrevem músicas e WONHO faz exercicios. SHOWNU e HYUNGWON ultimamente andam de wakeboard. Passamos tempo juntos, mas ainda tentamos encontrar tempo próprio para descansarmos.

SK!: Qual integrante age mais estranho antes das apresentações e o que ele faz?
MX: Recentemente, JOOHEON fez um som incomum antes de subir ao palco. Era bem alto, mas sabíamos que ele estava apenas aquecendo a voz, então não ficamos tão surpresos. Nenhum de nossos integrantes age estranho antes de entrar no palco. Gritamos o slogan da nossa equipe para garantir que não nos machuquemos e façamos o melhor que pudermos. Nós nos sentimos bastante nervosos durante esses momentos, mas ainda é uma experiência divertida.

SK!: Qual é a coisa mais difícil quando se trata de compor ou escrever?
MX: O mais difícil e importante é distinguir se é uma boa música ou não. Embora o processo de produzir uma música seja difícil, ouvir críticas também é uma tarefa bastante difícil. Queremos obter uma boa crítica das pessoas, mas isso é impossível, a menos que sejamos todos gênios. É verdade que precisamos aceitar avaliações negativas e nos desenvolver na música. É uma tarefa árdua produzir muitas músicas boas com críticas positivas no futuro.

SK!: Se vocês tivessem a chance de jantar com um fã, onde você levaria ela ou ele?
MX: Gostaríamos de trazer nossos fãs para um restaurante de carne grelhada. É uma das comidas favoritas dos nossos integrantes. Como não sabemos de qual país os fãs selecionados serão, devemos ir a um restaurante que qualquer pessoa goste. Os fãs coreanos vão adorar, e achamos que os fãs estrangeiros também vão adorar. É muito nutritivo, o que nos dá força sempre que alguém se sente exausto. Seria ótimo se o restaurante também tivesse uma atmosfera coreana.

SK!: Quais são as partes mais difíceis e mais engraçadas de compartilhar um dormitório?
MX: A parte difícil é que você pode não ter tempo suficiente sozinho. Todos nós precisamos de tempo para ficar sozinhos enquanto descansamos. No entanto, existem aspectos mais positivos, como podemos nos confortar e encorajar uns aos outros quando a vida é difícil e cansativa. Nós nos tratamos como família e amigos, em vez de apenas um integrante do grupo que cantamos juntos. Eu acredito que o vínculo é mais forte porque nós comemos, vamos ao cinema, e às vezes conversamos honestamente e passamos tempo juntos. Somos amigos uns dos outros que apoiam e crescem juntos.

SK!: Desde o No.Mercy, o que você acha que melhorou em si mesmo?
MX: Acreditamos que crescemos musical e mentalmente. Três a quatro anos se passaram desde então, e sentimos que aprendemos e crescemos muito devido ao trabalho árduo e aos esforços. As pessoas se desenvolvem mais conforme o tempo passa. Mas achamos que na verdade nos desenvolvemos mais rápido quando fomos pro palco do que quando éramos trainees. Pode ser porque podemos viver várias experiências e absorver novas coisas mais rapidamente devido ao ponto de vista expandido. Através deste tipo de crescimento, sentimo-nos gratos por todas as situações que nos foram dadas, porque agora temos a capacidade de expressar os nossos pensamentos profundos e diversos através da música.

SK!: Se você pudesse escolher apenas um presente, qual seria e por quê?
MX: Se o presente não precisa ser algo físico, escolheríamos a saúde do MONSTA X. Isso pode ser um clichê, mas a saúde dos membros é realmente importante para nós. Estamos sempre preocupados com a saúde, pois houve incidentes em que os membros se machucaram ou ficaram doentes. Os fãs e integrantes estavam tão preocupados e chateados naquela época, por isso queremos receber a saúde do MONSTA X como um presente para evitar que isso aconteça novamente.

SK!: Como indivíduos e não Monsta X, o que é um sonho que você deseja alcançar?
MX: O que queremos alcançar na música é através do MONSTA X. Nosso sonho pessoal é viver uma vida feliz sem arrependimentos. Tentar o nosso melhor a cada momento para não nos envergonharmos de nós mesmos é o objetivo. Nós ainda temos que trabalhar duro para alcançar as coisas que queremos, que no final levarão nossas vidas a ser como queremos que elas sejam.

SK!: O que vocês esperam dos Monbebes brasileiros?
MX: Na verdade, esta é a primeira vez que visitamos o Brasil através da turnê mundial. Talvez essa seja a razão pela qual nossos fãs estão ansiosos para nos conhecer. Estamos esperando um apoio entusiástico dos MONBEBE brasileiros. Fãs latino-americanos vibram apaixonadamente e curtem muito nosso show, o que nos faz sentir energizados durante as apresentações.

Esse ano, quem traz a WE ARE HERE TOUR é aHighway Star e você ainda pode comprar seu ingresso!

Avatar

Written by Lun Rezende

Comments

Comente

Loading…

0

Monsta X – We Are Here