in

Resenha: Romance is a bonus book

No início do ano, o amor em massa por Romance is a bonus book me chamou muito a atenção. Como não chamaria? A gente sempre acha que esse ou aquele dorama de que o mundo está falando e amando pode ser o nosso novo preferido e, depois de uma conferida na sinopse, a vontade sempre aumenta.

Não sou a maior fã de doramas de romance, sempre há um certo momento em que tudo fica monótono demais para mim, mas havia certos detalhes em Romance is a bonus book que me deixaram presa à cadeira em todos os episódios.

Felizes… para sempre?

Romance is a bonus book é um dorama da TvN sobre Kang Dan-i, uma ex-publicitária de sucesso que largou sua carreira para se dedicar ao trabalho integral de ser mãe. O primeiro episódio mostra como se deu seu casamento, uma quase fuga do altar e uma incerteza que, anos mais tarde, confirma-se com uma traição por parte de seu marido, que sai de casa para morar com a amante.

Posso dizer que My love Eun Dong foi um dorama que quase me traumatizou em relação a histórias com divórcios, mas, ao contrário da onda de ódios e ataques descabidos que Eun Dong sofre, Kang Dan-i não é julgada pelo fracasso de seu casamento.

Há alguns momentos em que se compadece de se mesma, em que se pergunta onde errou. Por sorte, não são momentos que duram muito tempo e, por mais que o modo Polyana de encarar a vida que a personagem tem possa causar certa raiva de vez em quando, seus problemas maiores não abrem espaço para lamentações.

O mercado de trabalho cruel

Depois de sua separação, Kang Dan-i passa a ter mais uma preocupação: como sustentar a filha e voltar ao mercado de trabalho depois de tanto tempo parada?

Quem não sabe o que é uma busca incessante por emprego, espero que continue sem passar por essa experiência tão angustiante. O desespero só aumenta quando percebemos que o apartamento onde Dan-i mora está em um prédio prestes a ser demolido e interditado, já sem um pingo de água e luz.

Dan-i sobrevive das faxinas que faz em segredo para Cha Eun-ho, seu melhor amigo desde criança, aquele que a levou de volta para o altar. Cha Eun-ho sabe que Dan-i contratou alguém para fazer faxina na sua casa, mas não sabe quem é e, além do mais, ela come da sua comida, toma banho no seu banheiro e está quase sendo demitida por ser tão abusada.

Dan-i vai levando a vida com a faxina às escondidas e todos os “não” que recebe, porque ninguém vai se arriscar a contratar uma pessoa desatualizada e que ficou tanto tempo longe do trabalho. Ninguém quer saber seus motivos ou quais são as vantagens de ter uma pessoa que se dedicou tanto nas jornadas duplas. Dan-i é descartável para o mercado de trabalho.

Livros, livros e mais livros!

Para conseguir um emprego, Dan-i decide deixar de lado toda a sua formação e os prêmios adquiridos com o esforço de tanto estudo e trabalho, candidatando-se a uma vaga sem qualquer pré-requisito.

Dan-i, enfim, é chamada para trabalhar temporariamente em uma editora. O problema é que o editor-chefe é Eun-ho e, para ninguém achar que Dan-i está sendo beneficiada de alguma forma, os dois acham melhor fingir que não se conhecem.

O trabalho de Dan-i na editora é bem braçal: fazer embrulhos, pegar caixas, preparar o café; mas, como alguém acostumada com a criação e que ama livros, acompanhamos todo o seu desempenho em não só querer manter seu emprego, mas em ver a editora fazer cada vez mais sucesso.

Dan-i é apaixonada por livros e literatura, chega a ser um pouco difícil não se apaixonar pelo dorama se você também nutre a mesma paixão.

A história da editora Gyeroo, entretanto, lança o mistério do dorama. Há um escritor muito famoso e que vendeu diversos livros, mas que, de repente, resolve se aposentar. Quando ele dá a essa editora todos os direitos das publicações de seus livros, a editora não só cresce como passa a virar alvo de teorias da conspiração sobre ser o verdadeiro motivo pelo qual o escritor se aposentou e sumiu do mapa.

O interessante é ser diferente

Um dos pontos que mais me chamou a atenção em Romance is a bonus book é como há algumas diferenças entre este dorama e muitos dos que assisti até então.

Por mais que eu não tenha sentido muita química entre a personagem principal e nenhum dos dois interesses amorosos que vão formar o famoso triângulo amoroso do dorama, Dan-i ainda é uma mulher mais do que os dois. Com um deles, há uma diferença de idade de cinco anos e, com o outro, a diferença já aumenta para oito anos.

Queerbaiting é algo que, enquanto estou assistindo, fico cheio de esperanças, mas, quando um dorama acaba e vejo que, mais uma vez, fui feita de idiota, a frustração é sempre grande. Em Romance is a bonus book, entretanto, há um casal lésbico. Não são personagens muito importantes, mas estão presentes de certa forma, dando o ar da graça.

O que me faz mesmo amar um dorama de romance é quando me deparo com o personagem masculino agindo de um jeito que geralmente é atribuído às personagens femininas em outros doramas.

Para quem gosta de romance, Romance is a bonus book pode ser o próximo dorama apaixonante da sua lista e está disponível na Netflix para facilitar a vida de todos nós dorameiros!

Avatar

Written by Marina Otero

Comments

Comente

Loading…

0

Nam Woohyun anuncia novo lançamento

Monbebes Estão A Mais de 15 Horas Trending no Twitter