in

Seungri Foi Encaminhado à Promotoria Por Sete Acusações.

Em 25 de junho, a Divisão de Detetives Especiais Metropolitana/Provincial da Agência de Polícia Metropolitana de Seul revelou que Seungri foi encaminhado à promotoria sob acusação de prostituição e mediação de prostituição, apropriação indevida de fundos da Burning Sun, apropriação indevida de honorários advocatícios, instigar destruição de provas, violação da Lei sobre Casos Especiais Relativos à Punição, etc. de Crimes Sexuais e violação da Lei de Saneamento de Alimentos.

A polícia encontrou vários casos de Seungri mediando prostituição entre dezembro de 2015 a janeiro de 2016.

Em termos de peculato, a investigação policial descobriu que ele desviou um total de 1,12 bilhão de won (aproximadamente US $ 969.000). Seungri e Yoo In Suk usaram uma conta bancária de nome emprestado administrada por Ahn, assistente coreano de Madame Lin, fingiram contratar um clube MD (merchandiser), e se apropriaram de 566 milhões de won (aproximadamente US $ 490.000) como pagamento para o MD. Seungri e Yoo In Suk também se apropriaram de um adicional de 528 milhões de won (aproximadamente US $ 457.000) dos fundos da Burning Sun com o pretexto de despesas para usar a marca do Monkey Museum. Seungri também desviou 22 milhões de won (aproximadamente US $ 19.000) dos fundos do Monkey Museum com o pretexto de despesas com advogados pessoais.

A acusação sobre a violação da Lei sobre Casos Especiais Relativos à Punição, etc. de Crimes Sexuais é por compartilhar conteúdo ilegalmente filmado em uma sala de bate-papo no KakaoTalk com Jung Joon Young, Choi Jong Hoon e mais pessoas. Ele também foi acusado de instigar os participantes da sala de bate-papo a destruir evidências trocando seus telefones.

A violação da Lei de Saneamento de Alimentos foi encontrada na operação do Monkey Museum.

No entanto, ele foi encaminhado para a promotoria com recomendação de não-acusação sobre suspeitas de mediação de prostituição em sua festa de aniversário em Palawan em dezembro de 2017. Uma fonte da polícia explicou: “Considerando as despesas de vôo e hotel, não foi uma grande quantia de dinheiro, e apenas uma pequena parte dos participantes estavam envolvidos na atividade sexual. Não é possível ver como solicitação de prostituição em um nível jurídico.”

Quer entender todo o caso da Burning Sun e como tudo isso chegou até onde estamos? Dá uma lida aqui.

Fonte: (1) (2) (3)

Avatar

Written by Lun Rezende

Comments

Comente

Loading…

0
novos detalhes do envolvimento de PSY e YG com prostituição

Surgem novos detalhes do envolvimento de YG e PSY com prostituição

Monbebes Boicotando a Assessoria Americana do Monsta X?